cotidiano


| ACidadeON/Ribeirao

Traição teria motivado morte de homem no Orestes Lopes

Vítima, segundo a polícia, teria dito aos amigos que ele e a mulher do acusado estavam tendo um caso

Mike 1497 / Pixabay
revólver

 

O assassinato de um homem, de 45 anos, registrado na tarde desta terça-feira (5), no bairro Orestes Lopes de Camargo, na zona Norte de Ribeirão Preto, pode ter sido motivada por ciúmes.

À polícia, uma testemunha disse que o autor do disparo, que ainda não teve o nome divulgado, havia ameaçado a vítima, depois de receber provocações relacionadas a uma possível traição.

No boletim de ocorrência (BO) consta que, há três semanas, a Polícia Militar (PM) foi acionada para acabar com a briga dos vizinhos – o homem que morreu teria dito aos amigos que ele e a mulher do suspeito estavam tendo um caso. Contudo, a vítima já tinha fama de “encrenqueiro".

Cena do crime

Ainda de acordo com o BO, a PM chegou ao local do crime, na rua Eugênio Zimerman, no Orestes Lopes de Camargo, zona Norte de Ribeirão Preto, e encontrou o corpo da vítima próximo a sarjeta, com um ferimento na região toráxica esquerda e coberto por um papel térmico do Resgate.

Corpo de Bombeiros, perícia e investigadores da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) estiveram no endereço. O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal). O delegado Alexandre Daur Filho, é o responsável pelas investigações do caso.
 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
2 comentários
  • camilo
    07/12/2017 20:07:41
    Eu conhecia o Lemão da Mercearia , cara é super gente fina, educado, otima pessoa, qualquer um no lugar dele faria a mesma coisa, não mexa com a familia que da merda, mereceu, não devia ter mexido em caixa de marimbondo que acaba sendo picado, simples.
  • aristides marchetti filho
    07/12/2017 05:48:13
    Embalado no sertanojo e na cachaça, o sujeito dá uma em cima da mulher alheia. O alheio não gosta, claro. Estamos no territórios dos instintos de preservação da espécie e da autopreservação. O destino do talarico é sempre trágico.

Veja também