Jovem esfaqueado em prédio na zona Sul está em estado grave

O namorado da vítima, que está foragido, é o principal suspeito de cometer o crime em Ribeirão Preto; vizinhos relatam brigas do casal

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Ricardo Canaveze

 

Vítima permanece no HC-UE com quadro grave (Foto: Renato Lopes / Especial)
  

Um jovem de 22 anos foi socorrido em estado grave após ter sido esfaqueado no início da noite desta segunda-feira (13) em um apartamento do Jardim Botânico, zona Sul de Ribeirão preto. O namorado da vítima, que está foragido, é o principal suspeito do crime.  

Vizinhos encontraram o estudante Heber Galante Assalim Júnior ferido em um quarto de um prédio residencial na rua Severiano Amaro dos Santos, depois que ele gritou por socorro.  

Segundo a Polícia Civil, o gerente C.P.A.J., 38, namorado da vítima e principal suspeito de cometer o crime, fugiu em seguida com a faca que teria sido utilizada contra a vítima.  

A polícia apurou que o casal morava no mesmo apartamento havia meses e já vinha se desentendo nas últimas semanas.   

Ainda de acordo com a polícia, o casal também teria discutido ontem e o suspeito teria empunhado uma faca de cozinha e ido para cima do namorado. O motivo, contudo, ainda deve ser esclarecido. 

Pelo que a polícia apurou, a vítima tentou se trancar no quarto, mas a porta foi arrombada e Heber acabou golpeado em um dos braços e também no abdome.  

Após pedir ajuda, ele foi encontrado por vizinhos e socorrido em estado grave por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até a Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE), onde passou por cirurgia.  

O hospital informou na manhã desta terça-feira (13) que a vítima segue em estado grave no CTI (Centro de Terapia Intensiva).  

Um porteiro do prédio relatou à polícia ter se encontrado com o suspeito no elevador instantes após o crime e afirmou que ele levava uma faca em uma bolsa de nylon.  

O local do crime não havia passado por perícia até a noite de ontem. Pois, quando os peritos chegaram, a porta de acesso ao apartamento estava trancada com fechadura eletrônica, que somente poderia ser aberta com uso de senha pessoal, o que impediu o acesso ao imóvel.  

O boletim de ocorrência (BO) foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) da rua Duque de Caxias como tentativa de homicídio simples e o caso deve ser investigado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais).  

Caso semelhante  

Em dezembro do ano passado, o cabeleireiro Ronyel Marinho, 29, foi encontrado morto no apartamento onde morava com duas amigas, na Vila Ana Maria, também na zona Sul de Ribeirão.  

Apontado como principal suspeito, o namorado da vítima, Valdomiro Belém Teixeira, 49, se entregou a polícia no dia 31 de dezembro.  

À época, a polícia apurou que o casal também tinha constantes brigas.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.