Para a polícia, corpo encontrado carbonizado é de vigilante

Marcio Deividi dos Santos, de 33 anos, que teria pego carro da irmã emprestado, está desaparecido desde a última quinta-feira

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Da reportagem

 

Para a Polícia Civil de Ribeirão Preto, o corpo encontrado dentro de um carro carbonizado é do vigilante Marcio Deividi dos Santos, de 33 anos. Ele é irmão da dona do carro e está desaparecido desde a última quinta-feira (8). 

Apesar  de o boletim de ocorrência da localização do corpo e do carro informar que o corpo seria encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para identificação por meio de exame de DNA, o nome de Márcio já consta no registro como vítima fatal de homicídio qualificado.   

O exame foi solicitado porque, segundo a polícia, estava carbonizado e não havia meios de identificação por meio de reconhecimento visual pela família.

A polícia chegou até o nome de Márcio após localizar a irmã dele, proprietária do automóvel incendiado,  por meio das placas, e solicitar que ela se apresentasse na delegacia para esclarecimentos. 

Em depoimento na CPJ (Central de Polícia Judiciária), a mulher afirmou que o carro estava com o irmão desde  última quinta-feira, quando ele lhe pediu o veículo emprestado, pois sua caminhonete tinha quebrado.

Como Marcio não apareceu para devolver o carro, a irmã disse que estava prestes a registrar um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do irmão, até que seu marido recebeu uma ligação suspeita na segunda-feira. 

No telefonema, alguém se identificou como suposto amigo de Marcio e disse que ele estaria baleado e não passava bem. A irmã então desistiu de registrar o boletim do desaparecimento e pediu ajuda aos amigos para tentar localizar Marcio.

ACidade ON tenta desde às 9h desta quarta-feira ouvir o delegado Cláudio Salles Júnior, responsável pela investigação, mas ainda não conseguiu localizá-lo. A reportagem acompanha o caso.


Entenda o caso

Um funcionário da Autovias acionou a Polícia Militar ao encontrar um carro pegando fogo em um canavial na rodovia Antonio Machado SantAnna, na manhã de terça-feira (13).

No local, os policiais perceberam que havia um corpo carbonizado no porta-malas do VW Gol, que tinha placas de Ribeirão Preto e com isso a polícia chegou até a dona do veículo. O carro e a cena do crime passaram por perícia. O caso é investigado.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.