Do peso mórbido às corridas de rua

Operador de áudio Marco Zeoti mal conseguia caminhar, quando pesava 197kg, e hoje participa de corridas de rua

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Correa Jr
Milena Aurea / A Cidade
Zeoti vence a batalha contra o excesso de peso e se torna inspiração (Foto: Milena Aurea / A Cidade)

 

Marco Zeoti, 39 anos, é a prova viva de que com determinação e disciplina é possível vencer todos os desafios. Aos 36 anos ele se viu numa situação delicada em que, se uma medida drástica não fosse tomada, poderia perder a vida precocemente.

Neste Dia Nacional de Prevenção da Obesidade, a trajetória do operador de áudio serve de fonte de inspiração na luta contra o excesso de peso. Com seus 1,82m, Zeoti pesava nada mais, nada menos, que 197 quilos. Após três anos, com uma dieta equilibrada e exercícios físicos acompanhados por profissionais especializados, ele eliminou 73 quilos, mais que isso, deixou de tomar medicamentos, ganhou saúde e disposição para participar de corridas de rua.

“Eu tive uns problemas sérios e o Homem lá de cima quase me chamou para conversar”, brinca. Zeoti lembra que o primeiro passo foi a reeducação alimentar aliada a exercícios físicos. “Mas não foi difícil e nem doloroso”, conta. “Aprendi o meu limite na alimentação, antes eu ia a um rodízio e não tinha fim, hoje nem consigo ir mais”, contou.

Qualidade de vida

Zeoti era hipertenso grave. Hoje a pressão arterial está controlada. Na fase crítica era de 22 por 11. Hoje está na casa dos 14 por 8. “Voltei a ter saúde e eliminei alguns medicamentos e reduzi outros”, comemora. “Tinha problemas de diabetes”.

Mas para voltar a ter saúde, Zeoti teve que se esforçar. Ele foi orientado a seguir um programa específico de treinamento. “Conheci o Zeoti, ele é um amigo, e o convidei a treinar conosco. Ele é um cara esforçado e conseguimos manter essa motivação nos treinamentos”, contou o diretor de marketing do Studio F3, Márcio Vicente.

Recentemente Zeoti teve um novo desafio. A perda de peso provocou o excesso de pele na região abdominal. Para reparar isso, precisava de uma cirurgia de abdominoplastia. Foi o cirurgião que lhe lançou um desafio. Se ele perdesse 15 quilos em três meses, a cirurgia seria feita gratuitamente. No final dos três meses, Zeoti ganhou a cirurgia.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.