Política


| Da Redação CBN Ribeirão

Câmara de Morro Agudo cassa o mandato de Gilberto Barbeti (PDT)

Político é acusado de irregularidades que causaram um rombo de R$ 1 milhão nos cofres do município

Na tarde desta sexta-feira (14), por oito votos a um, a Câmara de Vereadores de Morro Agudo cassou o mandato do Prefeito da cidade, Gilberto Barbeti (PDT).

O relatório final da Comissão Processante concluiu que o político cometeu irregularidades em dois mandatos anteriores, causando prejuízo de R$ 1 milhão aos cofres públicos.  

As irregularidades foram constatadas em dois momentos. O primeiro foi no rompimento de contrato com o Banco do Brasil, que fazia, de forma exclusiva, a movimentação financeira e da folha de pagamento da Prefeitura, em 2007. Em uma outra oportunidade, o Prefeito teria comprado materiais de uma gráfica sem a abertura de licitação, em 2011 e 2112. 

Gilberto Barbeti não compareceu à sessão e a defesa dele informou que vai recorrer da decisão.

Agora, o vice-prefeito Vinícius Castro (PPS) assumirá o cargo.

Em março, o Legislativo chegou a afastar Barbeti, mas a Justiça anulou as medidas e determinou a volta dele ao cargo, alegando que elas foram inconstitucionais.

Em 2018, o prefeito chegou a ficar seis meses longe da Prefeitura, quando foi deflagrada a operação que passou a investigá-lo.