Política


| Da Redação CBN Ribeirão

Defesas de Walter Gomes e Sandro Rovani entram com pedido de anulação de escutas

Advogados fizeram os recursos depois que o STJ considerou irregulares os grampos telefônicos do ex-vereador Capela Novas

O ex-presidente da Câmara de Ribeirão Preto, Walter Gomes e o ex-advogado do Sindicato dos Servidores Municipais, Sandro Rovani, entraram com um recurso na Justiça para anular os grampos telefônicos no âmbito da Operação Sevandija.  

O pedido acontece depois que o Superior Tribunal de Justiça (STJ), invalidou as escutas do ex-vereador Capela Novas, na última terça-feira (09).
As defesas dos acusados alegam irregularidades nas interceptações feitas pelo Ministério Público e pela Polícia Federal.  

Este é o quarto pedido de anulação dos grampos. Além de Novas, Gomes e Rovani, o ex-secretário da Educação Ângelo Invernizzi Lopes, entrou com um pedido alegando que as ligações foram mal interpretadas.   

O Ministério Público informou que só vai se pronunciar sobre os recursos de anulação das intercepções telefônicas quando a decisão do Superior Tribunal de Justiça for publicada.  

Sandro Rovani, Walter Gomes, Capela Novas e Ângelo Invernizzi sempre negaram as denúncias. 

Walter Gomes responde seus processos em liberade (Foto: Matheus Urenha)