Política


| Da Redação CBN Ribeirão

Câmara de Morro Agudo afasta prefeito investigado

Votação foi sete votos a um; Gilberto Barbeti é acusado de fraude em licitação

A Câmara de Morro Agudo afastou, por sete votos a um, o prefeito Gilberto Barbeti (PDT) do cargo. Ele é acusado de fraude em licitação.  

Em abril do ano passado, a justiça já tinha determinado o afastamento dele, mas há duas semana ele conseguiu reverter a decisão no Tribunal de Justiça.   
Barbeti é acusado pelo Ministério Público de comandar um esquema que teria desviado R$ 1 milhão da obra da Estação de Esgoto da cidade, em 2005.  

Em setembro, a Justiça determinou também o bloqueio de R$ 3,6 milhões do prefeito.  

Por telefone, Barbeti disse que a votação está baseada em fatos ocorridos durante gestões de 2005 e 2011. Portanto, segundo ele, a Câmara só tem legitimidade para discutir casos baseados na atual gestão (2017-2020). Sobre o afastamento, ele disse que vai tomar as medidas judiciais cabíveis.
 

Prefeito de Morro Agudo, Gilberto Barbeti (PDT) chegou a ser afastado do cargo por 90 dias