Política


| ACidadeON/Ribeirao

Vereadores disputam CPI das escolas municipais

Gláucia e Isaac tentam emplacar comissão para investigar as unidade de ensino; Possível estupro e morte são os alvos

Gláucia e Isaac querem CPI para investigar escolas (Foto: ACidade ON)
 Os recentes casos envolvendo escolas municipais em Ribeirão Preto devem provocar a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal.

Ocorre que antes mesmo de ser aberta, a CPI já causou polêmica. O vereador Isaac Antunes (PR) e a vereadora Gláucia Berenice (PSDB) disputam quem apresentou o pedido da comissão primeiro.

Os dois pedidos foram protocolados na manhã desta segunda-feira (3). O presidente da Câmara, Igor Oliveira (MDB), disse que analisando os dois históricos, deve prevalecer o documento de Isaac.

Segundo Igor, a preferência pela CPI do vereador do PR não é uma posição política, já que Isaac faz parte do mesmo grupo do presidente e Gláucia não. "A vereadora protocolou antes, mas sem as nove assinaturas necessárias. Já o Isaac protocolou da forma que manda o regimento", falou.

O que dizem

A vereador Gláucia, em entrevista ao ACidade ON, garante que o documento dela tem nove assinaturas como manda o regimento.

Isaac, por sua vez, diz que a vereadora só conseguiu as assinaturas depois de protocolar o pedido e que o documento dele foi feito da maneira correta.

Investigação

O presidente Igor deve ler o pedido que obedecer ao Regimento na sessão desta terça-feira (4) e, na sequência, o autor já pode anunciar os membros, fazer a instalação e começar os trabalhos.

A investigação recai sobre a morte de um adolescente de 13 anos na escola Professor Eduardo Romualdo de Souza. Mas também deve ser analisado o caso de um suposto estupro de uma menina de 13 anos na escola Nelson Machado.

"Precisamos investigar a real situação das escolas municipais. Principalmente em relação a segurança", disse Gláucia. "Temos recebido várias reclamações de negligência nas escolas. Isso precisa ser investigado", falou Isaac. 

LEIA MAIS 
 
Polícia Civil investiga estupro em escola de Ribeirão Preto 

Ministério Público vai investigar morte de aluno em escola