cotidiano


| ACidadeON/Ribeirao

PM detém cinco em tribunal do crime em favela de Ribeirão Preto

Jurado de morte, jovem de 23 anos foi resgatado após ter sido amarrado e torturado por 6 horas na zona Norte

Milena Aurea / Especial
Polícia Militar chegou a tempo para evitar uma execução (Foto: Milena Aurea / Especial)

 

A PM (Polícia Militar) deteve dois homens e três mulheres – uma das quais com 46 anos de idade -, sob acusação de participarem de um tribunal do crime na noite desta sexta-feira (15), na favela das Sete Curvas, na Vila Albertina, zona Norte de Ribeirão Preto. O tribunal é uma espécie de julgamento, conduzido por integrantes da facção PCC (Primeiro Comando da Capital), de suspeitos de cometerem crimes dentro da comunidade.

A polícia chegou até uma residência por meio de denúncia anônima. Lá, encontraram a vítima bastante machucada.

O jovem relatou que teria sido amarrado e torturado pelo grupo durante aproximadamente seis horas, e que os integrantes apenas aguardavam uma ordem para executá-lo.

Foram apreendidos quatro celulares com os indiciados. Todos foram levados para a CPJ (Central de Polícia Judiciária) da rua Duque de Caxias e passariam por audiência de custódia.

Um boletim de ocorrência (BO) foi registrado por lesão corporal, sequestro e cárcere privado, associação criminosa e tortura.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também