Agentes de Franca cumprem mandados em operação contra sonegação fiscal

2020-09-30T10:49:00

Força-tarefa da Receita Federal e MPMG desmantela organização criminosa que atua na comercialização de cereais

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) de Franca em parceria com o Ministério Público e a Receita Estadual de Minas Gerais deflagraram, nesta quarta-feira (30), uma operação que visa desmantelar uma quadrilha que emitia notas fiscais falsas para sonegar impostos. Dois mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva foram cumpridos em Ipuã. 

O grupo tinha como objetivo enganar o fisco de Minas Gerais no comércio de grãos. Uma empresária de Ipuã, que não teve informações pessoais divulgadas, foi presa.

A operação 'A Queda do Biombo' teve desdobramentos em cidades mineiras e no Distrito Federal. A estimativa das autoridades é que a quadrilha tenha causado um prejuízo de cerca de R$ 1 bilhão aos cofres públicos. 

Gaeco de São Paulo deu apoio aos agentes de Minas Gerais em diligências em Ipuã (Foto de arquivo: Mastrangelo Reino / A Cidade)



    Mais Conteúdo