cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Polícia Federal investiga contrato de R$ 1,1 mi no aluguel de ambulâncias em Ribeirão

Os agentes realizaram busca e apreensão de provas no setor de compras da Prefeitura e em pelo menos outros três lugares

A Polícia Federal realizou, na manhã desta segunda-feira (11), uma ação de busca e apreensão de documentos e provas relacionadas às denúncias de um contrato de mais de R$ 1,1 milhão firmado pela Prefeitura de Ribeirão Preto para o aluguel de quatro ambulâncias.    
 
O contrato foi feito com dispensa de licitação, pelo fato de a cidade estar em situação de calamidade pública por causa do novo coronavírus.

 A verba teria sido destinada pelo Governo Federal. O Ministério Público (MP) também abriu inquérito para apurar a locação e o caso é alvo de uma CPI na Câmara. 

De acordo com as primeiras informações, os agentes policiais foram até o setor de compras da Secretaria de Administração da prefeitura de Ribeirão Preto e em pelo menos outros três lugares.

Em nota, a Prefeitura disse que contribui integralmente com os órgãos competentes, em especial a Polícia Federal e já apresentou todas as informações solicitadas.  

A administração falou, também, que todo o processo foi feito com transparência pela Secretaria de Administração.
  
A empresa SOS Assistência Médica foi procurada. Por telefone, uma funcionária informou que somente o dono da empresa poderia comentar o assunto. 

Polícia Federal investiga contrato de R$ 1,1 mi no aluguel de ambulâncias em Ribeirão (Foto: ACidade ON Ribeirão)


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook