cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Estudante de Sertãozinho é preso suspeito de participar de quadrilha que hackeou celular de Sergio Moro

Luiz Henrique Molição, de 19 anos, foi surpreendido em casa por equipes da PF; diligência faz parte da Operação Spoofing

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (19), em Sertãozinho, um estudante de direito suspeito de participar da quadrilha que hackeou os celulares de políticos e de juízes da Operação Lava Jato. Luiz Henrique Molição, de 19 anos, estava em casa, no bairro Jardim Primeiro de Maio quando foi surpreendido pelos agentes. 

De acordo com vizinhos do suspeito, que moram na rua Giacomo Meritano Corteze, três viaturas da PF chegaram até à residência por volta das 6h e ficaram por cerca de uma hora no local. Além de levar o jovem preso, os agentes apreenderam documentos. 

A ação policial faz parte da segunda fase da Operação Spoofing, que visa apontar os responsáveis de terem hackeado os celulares de diversos agentes políticos e da cúpula da Operação Lava Jato, como o Ministro Sergio Moro. Além de Sertãozinho, a Polícia Federal cumpriu mandados em São Paulo e Brasília.  

Luiz Molição foi preso nesta quinta-feira em Sertãozinho (Foto: Reprodução / Redes Sociais)