cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Segurança que deu 'mata-leão' em jovem morto em bar é denunciado por homicídio em Ribeirão

Denúncia foi encaminhada pelo Ministério Público à Justiça; homem foi preso, mas responde em liberdade

O segurança Jonathan William Bento, indiciado pela morte do empreiteiro Miguel Barbosa em maio deste ano, em um bar da Zona Sul de Ribeirão Preto, foi denunciado à justiça por homicídio duplamente qualificado.  

O pedido foi do Ministério Público.  

O laudo do IML aponta que Barbosa morreu em decorrência de asfixia provocada pelo "mata-leão" que recebeu durante a briga no estabelecimento. Câmeras de segurança filmaram o golpe aplicado pelo segurança.  

Jhonathan Bento chegou a ser preso, mas obteve um habeas corpus no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), em junho, e responde em liberdade.  

Procurado pela EPTV, afiliada da TV Globo, o advogado Gustavo Penna, que defende o segurança, não foi localizado para comentar o assunto. Na época da prisão, o suspeito negou intenção de matar o empreiteiro.  

O bar fechou as portas cerca de duas semanas após a morte do cliente. Segundo o advogado Julio Mossin, os proprietários optaram por encerrar as atividades porque ficaram consternados com o caso. 

Empreiteiro foi morto no Beagá Bar (Foto: reprodução / EPTV)