cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Advogados da família de Rian pedem que acusados vão a júri popular

Jovem foi espancado ao sair da escola onde estudava, em Jardinópolis; Polícia realizou uma reconstituição do caso, nesta segunda

A Polícia Civil realizou na manhã desta segunda-feira (15) a reconstituição do caso em que o estudante Rian Augusto Rosa, de 17 anos, foi espancado quando saía da escola em que estudava, em setembro do ano passado, em Jardinópolis. Os acusados das agressões, Donizete Alfredo Bosco Campos, de 28 anos, e Kayê Mendes Pinheiro dos Santos, de 21, também participaram da ação. O garoto está internado desde então em estado vegetativo. 

Os dois suspeitos de cometer o crime estão presos preventivamente e respondem por tentativa de homicídio triplamente qualificado, incluindo motivo torpe e meio cruel que impossibilitou a defesa da vítima.