cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Justiça acata denuncia do MP contra padrasto suspeito de assassinar a enteada

Reginaldo Gomes Gertrudes, de 37 anos, teria matado a menina Ayshila Vitória, de 10 anos, com cerca de 60 facadas

A Justiça acatou a denúncia do Ministério Público contra o ex-padrasto da menina Ayshila Vitória, morta com 60 facadas em maio deste ano, em Ribeirão Preto. Reginaldo Gomes Gertrudes, de 37 anos, deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável e homicídio doloso qualificado. O suspeito foi levado, na segunda-feira (24), para a Penitenciária de Serra Azul. 

A menina Ayshila, de 10 anos, foi encontrada morta na casa da mãe, na Rua Tajaçu, no bairro Ipiranga, na Zona Norte de Ribeirão Preto. O padrasto teria aproveitado que a garota estava sozinha em casa com a irmã de 5 anos e invadiu a residência. Além das marcas de facadas, a vítima tinha sinais de violência sexual. 

Ayshila Vitória dos Santos, de 10 anos, foi morta com 60 facadas (Foto: Reprodução / Redes Sociais)