cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Polícia quer descobrir perfil psicológico de ex-PM que cometeu suicídio após matar esposa e filho em Sertãozinho

Oitivas de familiares e amigos devem começar nesta semana; corpos serão enterrados na tarde desta terça-feira (11)

A Polícia Civil quer entender qual era o perfil psicológico do ex-policia militar de 43 anos que cometeu suicídio após matar a esposa e o filho, dentro de casa, no bairro Bandeirantes, em Sertãozinho. O crime foi nessa segunda-feira (10).

Segundo o delegado Targino Osório, responsável pelo caso, a linha de investigação agora é ouvir familiares e amigos para descobrir se o homem tinha algum distúrbio.

A hipótese de o crime ter sido motivado por um problema pessoal do ex-policial não é descartada.

Ainda de acordo com as investigações, a mulher teria sido morta primeiro, logo nas primeiras horas da manhã. Depois, o filho, que não estava em casa, foi morto no quarto. O homem se matou na sala.

Na casa, a Polícia apreendeu uma carabina calibre 44, usada no crime, e um revólver calibre 32.

Os corpos estão sendo velados em uma funerária de Sertãozinho e serão enterrados às 16h no Cemitério Municipal Papa Paulo VI.