cotidiano


| ACidadeON/Ribeirao

Pais de adolescente que morreu em uma escola de Ribeirão falam em Justiça

Eles querem saber o que causou a morte de Lucas no interior da Cemei Eduardo Romualdo de Souza, mas continuam sem respostas

  


Os pais de Lucas Costa de Souza, de 13 anos, que morreu na última sexta-feira (30), no interior de uma escola municipal de Ribeirão Preto, ainda buscam explicações para entender o que causou a morte do adolescente.  

A diretoria da Cemei (Centro Municipal de Educação Infantil) Eduardo Romualdo de Souza, disse à polícia que o menino foi encontrado no chão depois de pular uma grande que dá acesso ao pátio do local, mas os amigos falam em choque elétrico.  

"Nada que eu fizer vai trazer meu filho de volta, mas espero que a Justiça seja feita e que Deus conforte meu coração, porque está muito difícil", afirma a mãe, Silvia Helena da Costa.  

O pai, Luiz de Souza, acredita que houve negligencia. "Se ele morreu, é porque alguma coisa muito grave aconteceu naquele lugar. Então, quem deu essa brecha?", questiona.  

MP  

No início da manhã, ACidade ON noticiou que o Ministério Público vai abrir um inquérito para apurar as circunstancias da morte de Lucas, já que informações preliminares revelam que a polícia científica já teria constatado duas pontas de fios desencapados na parte superior de uma laje do prédio.  

Se o documento do Corpo de Bombeiros não estiver em dia, a escola corre o risco de ser fechada.  

LEIA MAIS
Ministério Público vai investigar morte de aluno em escola



Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook