cotidiano


| ACidadeON/Ribeirao

Rastreador impede roubo de carga de R$ 558 mil na Anhanguera

Motorista foi dominado por assaltantes em Cravinhos, mas dispositivo de segurança bloqueou o caminhão carregado de insumos agrícolas

Vítima foi abordada na rodovia Anhanguera e deixada em canavial da região  (Foto: Renato Lopes / Especial)
 

O sistema de segurança impediu que um caminhão carregado de insumos agrícolas avaliados em R$ 558 mil fosse roubado na manhã do último sábado (21), na rodovia Anhanguera (SP-330), em Cravinhos.  

O motorista, que tem 60 anos e é morador de Cotia-SP, chegou a ser rendido por quatro homens armados, que cercaram o caminhão ainda em movimento com dois carros.  

Ao parar o caminhão, dois dos criminosos ordenaram para que a vítima descesse. O motorista disse à polícia que conseguiu acionar o rastreador do veículo nesse momento.  

A vítima foi encapuzada e levada para um carro, onde permaneceu em poder dos assaltantes por aproximadamente 40 minutos até ser deixado em um canavial, em Jardinópolis.  

No carro, os criminosos fizeram ameaças ao motorista até que ele passasse a senha do rastreador. Porém, devidos ao acionamento que ele fez antes de descer do caminhão, o veículo parou e os assaltantes não conseguiram concluir o roubo.  

O motorista pediu ajuda a uma pessoa desconhecida, que o levou a um posto de combustíveis. De lá, comunicou o fato à Polícia Militar Rodoviária (PMR).  

A carga, que havia saído de Guaratinguetá e seguiria para a Bahia, estava assegurada.  

Dois dos suspeitos tinham idades entre 19 e 20 anos e outros dois ente 30 e 40 anos. Ninguém foi preso e a investigação será conduzida pela Delegacia de Cravinhos.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também