cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Catadores de lixo perdem fonte de renda com suspensão da coleta seletiva

Prefeitura de Ribeirão orientou os cooperados a solicitarem o auxílio emergencial do governo, mas nem todos se enquadram no perfil exigido

A Prefeitura de Ribeirão Preto anunciou nesta semana a suspensão temporária da coleta seletiva de lixo. A medida foi tomada para prevenir os catadores de lixo de serem infectados pelo novo coronavírus, mas com as atividades paralisadas, estes funcionários perderam a fonte de renda.

A ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária) foi quem recomendou a suspensão da coleta seletiva. A entidade entende que o serviço pode representar um risco de contágio da covid-19.

A Prefeitura informou que está prestando auxílios aos catadores da cooperativa Mãos Dadas, empresa responsável pelo serviço, e oferecendo cestas básicas.

A secretária municipal de administração, Marine Vasconcelos, explicou que os cooperados também foram orientados a pedirem o auxílio emergencial de R$ 600 ao governo. No entanto, nem todos os funcionários se enquadram no perfil para receber o benefício.  

Catadores de lixo perdem fonte de renda com suspensão da coleta seletiva


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook