cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Setor sucroenergético projeta crescimento da oferta de etanol

Após cinco anos de dificuldades, setor retoma caminho do crescimento e a tecnologia é a principal aliada

O setor sucroenergético tem boas perspectivas para o futuro. Após cinco anos de dificuldades, a tecnologia tem sido a grande aliada do ramo na retomada do crescimento. 

A crise na economia brasileira e custo de produção superior ao valor de venda, impactaram a cadeia produtiva da cana-de-açúcar, levando a demissões, fechamento de usinas e pedidos de recuperação judicial. 

Tempos difíceis, mas que começam a ficar pra trás. Atualmente o Brasil produz em torno de 33 bilhões de litros de etano por ano. Agora, a previsão é que até 2030, chegue a no mínimo 43 bilhões. Projeções mais otimistas apontam a possibilidade de chegar a 54 bilhões. 

Recentemente o conselho nacional de política energética, fixou uma meta de 11% de redução de emissão de carbono por combustíveis fosseis até 2029. Medida que garantirá maior protagonismo do etanol. 


Veja também