cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Ex-funcionário da Transerp é denunciado pelo MP por fraude

Segundo o Ministério Público, Ricardo Zapparoli, se associou com um escritório de advocacia e recebia propina

O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) denunciou um ex-funcionário da Transerp por participar de um esquema de fraudes em processos judiciais investigados na Operação Têmis. O funcionário teria se associado com um escritório de advogados investigados no processo, mediante o recebimento de propina. 

De acordo com a denúncia apresentada para a 4ª Vara Criminal de Ribeirão Preto, que analisa o caso, Ricardo Zapparoli, ex-gerente de permissões e autorizações da Transerp durante o governo da ex-prefeita Dárcy Vera (sem partido), recebia propina do escritório de advocacia LCBV, para expedir antecipadamente o histórico de multas de clientes desse escritório.  

Em contato com a reportagem, o advogado Paulo Eduardo Depiro, que defende Zapparoli, disse que a defesa ainda não tomou conhecimento da denúncia.  

(Foto: Silva Júnior/Especial-Arquivo A Cidade)