cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Crianças levavam tiros do pai por não cumprirem tarefas

Caso tomou o noticiário nesta terça-feira (12); suspeito teve decretada prisão preventiva

Em depoimento na Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Ribeirão Preto (SP), o homem preso por suspeita de atirar contra os filhos usando armas de airsoft disse que agiu porque as crianças se recusaram a realizar afazeres domésticos.

O montador, de 34 anos, responderá por tortura e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva durante audiência de custódia na Justiça nesta terça-feira (12). A mãe das crianças, uma técnica de enfermagem de 31 anos, também é investigada.

O Conselho Tutelar informou que as vítimas, de 9 e 15 anos, ficarão sob a guarda dos avós maternos. Segundo relato das conselheiras à Polícia Civil, as crianças passam por "intenso sofrimento mental, bastante temerosas pelas atitudes violentas do pai".  

Criança com marcas de tiro de airsoft em Ribeirão Preto (SP) Foto: Reprodução/EPTV