cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

'Tribunal do crime' de Guariba pode ter envolvimento com 18 julgamentos clandestinos

Anotações apreendidas pela Polícia Civil mostram que a organização mantinha atas com informações das 'reuniões'

A Polícia Civil e o Ministério Público apreenderam uma série de documentos que podem comprovar a realização de um 'tribunal do crime' em Guariba. Anotações encontradas na casa de uma das suspeitas continham 'atas' dos julgamentos clandestinos. A promotoria investiga o envolvimento do grupo em 18 crimes na cidade. 

As investigações começaram depois da morte de Samuel Teles de Almeida, em junho deste ano. O assassinato teria sido encomendado pela ex-mulher, e uma das integrantes do tribunal do crime, Carina Aparecida do Nascimento. Ela teria agido por vingança após descobrir um suposto abuso sexual cometido pelo companheiro contra a enteada, de 15 anos.