cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Paciente com câncer terminal terá alta após terapia genética desenvolvida em Ribeirão

Pesquisa da USP-Fapesp criou método 100% brasileiro para aplicar técnica norte-americana CART-Cell

Um paciente do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto deve receber alta neste sábado (12) após receber um tratamento inédito na América Latina que eliminou um linfoma em fase terminal. De acordo com os médicos, Vamberto Luiz de Castro, funcionário público aposentado de 62 anos, está "virtualmente" livre da doença. 

Os responsáveis pelo método de tratamento, que são pesquisadores da USP apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) - desenvolveram um procedimento próprio de aplicação da técnica CART-Cell, que já foi realizada em outros países, mas pode custar quase R$ 2 milhões.

Antes de testar esse novo tipo de tratamento, o paciente passou por sessões de quimioterapia e de radioterapia, mas a doença não apresentou melhora e os médicos chegaram a dizer que ele teria menos de um ano de vida. 

Vamberto Luiz de Castro, 62 anos, recebia tratamento paliativo já que os métodos convencionais não surtiram efeito