cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Médico suspeito de recusar atendimento pede dispensa da Santa Casa de São Joaquim da Barra

Especialista teria sido negligente na assistência à uma idosa, além de ter desdenhado do estado de saúde da paciente

O médico Luiz Octávio Villena, que foi acusado pela família de uma idosa, de 85 anos, de negar atendimento à paciente, pediu demissão da Santa Casa de São Joaquim da Barra nesta sexta-feira (6). De acordo com uma nota emitida pelo hospital, o especialista negou as denúncias e disse que vai esperar a conclusão das investigações para tomar medidas judiciais. 

Segundo testemunhas, Villena teria dito, quando atendeu a aposentada Nacyr Ávila Leonetti, que "não compensava investir" em uma manobra de ressuscitação por causa da idade da paciente - a mulher foi reanimada por uma equipe médica de Ipuã, de onde ela foi transferida após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ela segue internada com quadro estável.

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar se houve uma tentativa de homicídio por parte do médico. De acordo com o delegado responsável pelo caso, a suposta atitude do especialista pode ter colocado em risco a vida da idosa. O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) também apura a postura de Villena. 

Família afirma que o médico Luiz Octávio Villena negou atendimento à idosa