cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Micro-ônibus que se acidentou com estudantes não tinha autorização para viagens intermunicipais

Ao todo, 17 jovens e o motorista ficaram feridos com o tombamento do coletivo, em Serrana; pneu estourado teria sido reformado

A Artesp, Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, informou que a empresa WG Transporte e Serviços, responsável pelo micro-ônibus que tombou transportando 17 estudantes de Serrana na Rodovia Abrão Assed, não tinha autorização para realizar o transporte intermunicipal.  

O acidente aconteceu na última quinta-feira (29) e deixou 17 estudantes e o motorista feridos. De acordo com o o tenente da Polícia Rodoviária Péricles Flora, que atendeu a ocorrência, um dos pneus dianteiros teria estourado e causado a capotagem. O agente afirma que a roda tinha sido reformada, o que é proibido por lei. 

Empresa que prestava o serviço não tinha autorização para realizar viagens intermunicipais, de acordo com a Artesp