cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Família acusa UPA de Sertãozinho por negligência em morte de idoso

Vítima foi atendida duas vezes na unidade de saúde e a causa da morte foi diferente do diagnóstico dado pelos médicos

Família de Sertãozinho acusa a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de erro médico. O paciente Amauri Ferreira, de 65 anos, faleceu um dia após ser atendido duas vezes no hospital e receber diagnóstico de crise de bronquite.   

Porém, no certificado de óbito, o caso foi registrado como pneumonia, edema pulmonar e pressão alta. 

A família tentou ter acesso ao prontuário do paciente, mas o documento só pode ser entregue se houver uma decisão judicial. 

A situação está sendo apurada pela administração da UPA e do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP).  

UPA Sertãozinho (Matheus Urenha/A Cidade)