cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Prefeitura descumpre lei e reforma balaustres com formatos diferentes na Praça das Bandeiras

Área é um dos cartões postais de Ribeirão e é tombada pelo Conppac e pelo Condephaat; Executivo diz que obras são provisórias

Quem passou pela Praça das Bandeiras, área que abriga a Catedral de Ribeirão Preto, nos últimos dias, se deparou com uma cena de descompromisso com a identidade histórica e cultural da cidade. Alguns balaustres que cercam o coreto foram substituídos por peças totalmente diferentes do formato original.  

As obras são ilegais, já que a praça é tombada pelo Conppac (Composição do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural) e pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico), portanto todas reformas realizadas no local devem passar pelo crivo desses dois órgãos. 

Em nota a Prefeitura informou que as obras foram feitas de forma provisória para evitar a ação de vândalos, mas não disse quando os balaustres serão modelados no formato original. 

Balaustres do coreto da Praça das Bandeiras, em Ribeirão Preto