cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Unidade da Fiocruz segue sem funcionar em Ribeirão Preto

Filial foi anunciada em fevereiro de 2017, mas ainda não foi inaugurada; prédio fica no parque tecnológico da USP

Dois importantes Centros de Pesquisas prometidos para Ribeirão Preto seguem com os projetos parados por pelo menos dois anos, e sem o inicio para entrar em atividade.  

Dentre elas está a unidade da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), anunciada em fevereiro de 2017, que será instalada no Supera Parque de Tecnologia, dentro do campus da USP.  

Segundo o diretor presidente da FIPASE - entidade mantenedora do SUPERA - Antônio Adilton Carneiro, a parte cientifica já está instalada, porém ainda falta a construção de um prédio físico e agilização da institucionalização tecnológica.  

Outro polo importante prometido para a cidade e que ainda segue com o projeto estacionado, é a sede do Instituto Butantan.  

A instalação da entidade foi anunciada em dezembro do ano passado, porém, de acordo com a sua assessoria de imprensa, a documentação ainda está em tramitação na Secretária da Saúde.  

A CBN Ribeirão entrou em contato com a Prefeitura que não nos retornou até o fechamento desta reportagem.  

Já a pasta Estadual da Saúde informou que não há novidades sobre o caso, e que não existe um prazo para o inicio das operações em Ribeirão Preto.  

Supera Parque vai abrigar a unidade da Fiocruz de Ribeirão Preto (Foto: Arquivo A Cidade)