cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Mais de 5000 veículos usados em crimes estão parados no pátio do Detran de Ribeirão

A caminhonete de Pablo Russel Rocha, acusado de matar uma garota de programa, está no local há 20 anos

Mais de 5 mil veículos estão parados no DETRAN de Ribeirão Preto. A informação foi confirmada pelo diretor responsável pelo pátio na cidade, César Salvini.  

Dentre os automóveis, motocicletas e caminhões que estão apreendidos no local, é possível encontrar carros usados em crimes famosos, como o de Pablo Russel Rocha, que arrastou uma garota de programa em 1998, e de Alexandro Ishisato de Azevedo, que atropelou o estudante Marcos Delefrate nos protestos de junho de 2013.  

- Todos os dias chegam carros aqui no pátio. Quando inauguramos, em 2014, vieram 12 mil veículos ao todo e de 2016 para cá foram realizados 12 leilões. Esses carros tiveram outra destinação, como compactação ou devolução para o proprietário - explica Salvini.  

De acordo com o diretor do pátio, os veículos podem voltar para donos - caso sejam inocentados - ou irem para leilão, porém só empresas podem arrematar.  

Pátio do Detran em Ribeirão Preto