cotidiano


| Da Redação CBN Ribeirão

Prefeitura de Orlândia distribui repelente caseiro nas escolas municipais

Professores foram orientados a passar o produto nos alunos; infectologista afirma que fórmula tem 'baixa eficiência'

A iniciativa foi tomada devido ao alto número de casos de dengue na cidade, além disso, de acordo com o Secretário de Saúde, Célio Cândido de Almeida, o alto preço dos repelentes industrializados, impedem que as famílias possam comprar o produto. 

A fórmula produzida pela Prefeitura leva álcool de cereal, água e cravo. Segundo o infectologista, Fernando Belíssimo Rodrigues, por ser de baixa fixação, os repelentes caseiros devem ser aplicados de 30 em 30 minutos.