cotidiano


| ACidadeON/Ribeirao

Justiça desbloqueia bens e libera passaporte de ex-diretor do Daerp

Juiz Lúcio Alberto Ferreira liberou nesta terça (11) R$ 30,5 mil e um imóvel na zona Sul de Ribeirão Preto pertencente a Luiz Alberto Mantilla, que firmou acordo de delação premiada com o Gaeco

Luiz Alberto Mantilla fez acordo de delação premiada uma semana após a Operação Sevandija ser deflagrada (Foto: Weber Sian / A Cidade - 5.ago.2016)


O juiz Lúcio Alberto Enéas da Silva Ferreira desbloqueou ontem um imóvel na zona Sul de Ribeirão Preto e R$ 30,5 mil de Luiz Alberto Mantilla, ex-diretor-técnico do Daerp (Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto) e um dos réus na da Operação Sevandija. Além disso, o magistrado também liberou o passaporte do investigado.  

Para acatar o pedido da defesa, o magistrado levou em consideração a manifestação favorável do Ministério Público e também os temos do acordo de colaboração premiada firmado entre Mantilla e os promotes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).  

Mantilla teve a prisão preventiva revogada após fazer a delação, em setembro de 2016, uma semana após a deflagração da operação.  

Em depoimentos ao Gaeco, ele assumiu que atuou como intermediário no pagamento de R$ 1,3 milhão em propinas a Marco Antonio dos Santos, ex-superintendente do Daerp (ler ao lado). Em troca, disse ter embolsado R$ 225 mil.

Já no acordo de delação ficou estabelecido que ele deveria devolver R$ 375 mil ao município, sendo os R$ 225 mil embolsados na propina, mais mais R$ 100 mil a título de "prestação pecuniária". Ele deveria ainda pagar outros R$ 50 mil de multa, que seriam destinados ao Fundo Penitenciário Nacional.  

O montante foi definido em uma complementação do acordo de delação premiada, homologada ontem à tarde pelo juiz Lúcio Ferreira, da 4ª Vara Criminal, no processo que envolve fraudes e corrupção no contrato da autarquia com a empresa Aegea.

Leia mais: 

Mantilla faz acordo com Gaeco par a devolver R$ 325 mil à prefeitura

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook