Lazer e Cultura


| ACidadeON/Ribeirao

Banda Cordel do Fogo Encantado retorna aos palcos na região

Após oito anos de pausa, Cordel do Fogo Encantado apresenta seu quarto disco, 'Viagem Ao Coração do Sol' em show em Araraquara

Lirinha à frente, os integrantes do Cordel do Fogo Encantado levam suas novas mensagens pelo interior (foto: Tiago Calazans / Divulgação)


Após uma pausa de oito anos, a banda Cordel do Fogo Encantado retornou aos palcos em fevereiro deste ano já com novo disco de inéditas, "Viagem ao Coração do Sol". O show deste novo trabalho será apresentado amanhã, em Araraquara.  

A banda mantém a formação original, com o vocalista e poeta Lirinha e os músicos Clayton Barros (violão e voz), Emerson Calado (percussão e voz), Nego Henrique (percussão e voz) e Rafa Almeida (percussão e voz). A cantora Isadora Melo faz participação especial em algumas canções.  

De acordo com os integrantes, parte das músicas foi composta logo após a turnê do terceiro álbum, "Transfiguração" (2006), e o restante em 2017, em Recife, após o grupo decidir retornar. O repertório do show também trará composições dos álbuns anteriores, como "Chover", "Morte e Vida Stanley", "Os Oim do Meu Amor" e "Na Veia".

Liberdade  

Por ter começado como um recital de poesia, a banda inicia o álbum com um poema que introduz a história do disco e das canções que vêm a seguir.  

"O Sonho Acabou" fala de cinco personagens adormecidos no fundo da terra, que por túneis construídos por seus antepassados e encontram um mundo diferente. Assim, começam a trilhar um caminho em direção ao sol, pois no coração dele mora uma personagem chamada filha do vento, conhecida como liberdade.  

"Um dos objetivos nosso com esse disco é falar sobre esse tema importante que é a liberdade dos seres humanos [...] Os cinco personagens que saem do fundo da terra querem encontrar a filha do vento para fazer uma pergunta: se somos livres, porque vivemos acorrentados por todos os lados?", explica Lirinha.  

"Essa problemática, esse conflito entre a liberdade e a estrutura da sociedade que nos faz ainda ser prisioneiros é o molde da nossa poética nesse nosso trabalho", acrescenta.  

Isadora Melo faz a Filha do Vento. A cantora representa a nova geração, que surgiu após a pausa da banda, em 2010, como uma guia para que o grupo consiga participar, através de suas mensagens, poesia e metáforas, da construção desse novo mundo e das novas ordens comportamentais.  

"É uma banda formada por homens e sentimos uma necessidade de trazer essa presença pra uma atividade. Em 2018, já não cabe mais contar uma história sem uma presença feminina", conclui o vocalista. (Bruna Zanatto, sob supervisão de Silvia Pereira) 

Amadurecimento e reencontros

A volta após longa pausa trouxe, segundo Lirinha, um amadurecimento aos integrantes da banda, criando consciência histórica, mais entendimento de serem um canal dos anseios de uma sociedade e de outras pessoas, e a certeza de que "o artista conclama, reúne pessoas".  

Para ele, o reencontro com o público ao vivo tem grande importância na transmissão da nova mensagem da banda, por isso a expectativa de rodar o interior com o show é grande.  

"Eu posso estar enganado, mas acredito que Araraquara viu todas as fases da banda, todos os shows e turnês que montamos. Na época em que começamos, o circuito universitário, de eventos como calouradas, nessa região, era muito forte. Nós desenvolvemos muito da nossa música e poesia no contato com esses lugares. Eu acredito que tenha essa ligação histórica entre Araraquara e o Cordel do Fogo Encantado", relata. 

Serviço  

Cordel do Fogo Encantado
QUANDO: 13/9 (quinta), às 21h
ONDE: Sesc Araraquara (rua Castro Alves, 1.315)
QUANTO: De R$ 9 a R$ 30
INF.: (16) 3301-7500

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também