Lazer e Cultura


| ACidadeON/Ribeirao

Qual é o melhor cachorro quente de Ribeirão Preto?

Convidamos dois chefs de cozinha e fizemos uma enquete no Facebook para eleger os três melhores hot dogs da cidade

Chef Daniel Piresconsidera o cachorro quente quente da Mafiosa o melhor de Ribeirão Preto (foto: Matehus Urenha / A Cidade
 

Típico da comida de rua, o cachorro quente é quase unanimidade em termos de paladar. Com receitas diferentes mundo afora, o pão com salsicha tem até o seu próprio dia: 9 de setembro. Para celebrá-lo, convidamos dois chefs de cozinha e fizemos uma enquete no Facebook para eleger os três melhores cachorros quentes de Ribeirão Preto. 

Confira os eleitos, um pouco de suas histórias e os segredinhos de cada um. 

Tradicionalmente montado com pão sovado de massa semidoce, uma salsicha no meio e molho de tomate, o cachorro quente foi ganhando acompanhamentos em diferentes regiões do País, como batata palha, queijos, purê de batatas, milho verde, maionese, salpicão, pimentão, chucrute, bacon, costela a até mesmo ovos de codorna.  

Em alguns carrinhos de lanche e food trucks, passam de 15 as variações do lanche. Fomos conferir alguns dos mais famosos de Ribeirão Preto.  

Walt Gog: Walter Garbino Júnior prepara 15 variações de cachorro quente em seu carrinho; foi considerado o melhor de Ribeirão em votação informal no Facebook (foto: Matheus Urenha / A Cidade)


Walt Dog  

Um dos mais antigos carrinhos de lanches de Ribeirão Preto, o Walt Dog está há 21 anos na avenida Presidente Vargas e foi eleito, em votação informal convocada pelo ACidade ON no Facebook, o que prepara o melhor cachorro quente da cidade.  

O food truck foi montado após Walter Garbino Júnior ser demitido do banco em que trabalhava. "Começamos a preparar o molho de tomate com receita de família e a comprar salsichas de qualidade, assim como pão bom e fresco", conta o proprietário, que considera esses pontos fundamentais na conquista dos clientes, muitos dos quais o acompanham desde que começou e hoje levam até os netos para comerem seu cachorro quente.  

Dos quatro sabores iniciais, hoje o Walt Dog servem 15 variações do lanche com salsicha. O mais procurado é o "Completo", que leva pão, salsicha, molho de tomate, milho, alface, tomate, purê de batata, batata palha e é finalizado com catupiry. Está no cardápio desde 1997. "Fomos inovando e hoje temos dois lanches inéditos, de costela bovina desfiada e o mexicano, que leva carne moída com mussarela e um molho de pimenta leve", descreve.  

Garbino Júnior diz que testa primeiro os novos sabores e depois pede para uma pessoa mais chegada experimentar antes de incluí-los no cardápio.
 

Gaúcho: Adilson Perin oferece 18 combinações do lanche no cardápio de seu food truck, o preferido da chef Katia Gamero (foto: Matheus Urenha / A Cidade)

Gaúcho Lanches & Dog  

Adilson Perin trocou as bandejas de garçom pelo preparo de cachorro quente. Em seu trailer, o lanche é preparado com molho caseiro fresco, que leva várias ervas, como louro e orégano uma receita de família. A salsicha é pré-cozida, para tirar o corante, e depois vai ao molho. Esses detalhes conquistaram a chef Katia Gamero, que o elegeu o melhor cachorro quente de Ribeirão Preto.  

São 12 anos de tradição, também na avenida Presidente Vargas. Dos três lanches iniciais: Hot Dog Tradicional, Dog com Bacon e Dog Completo, agora são 18. O tradicional, com acompanhamento de bacon e purê de batatas caseiro, é o mais pedido. A última criação foi o Hot Dog Pizza com Catupiry, que, além do pão e a salsicha, leva presunto, queijo, orégano e tomate, com catupiry, milho e batata palha sequinha e crocante.  

Já o preferido da chef leva apenas salsicha, molho de tomate, maionese, catchup e, ocasionalmente, batata palha. "Mas o que o torna tão saboroso é o pão bastante fresco e a salsicha deliciosa acompanhada de molhos. Leva também um molho de tomate especial feito com 24 horas de antecedência para suavizar a acidez. E por ser prensado, acomoda melhor o recheio e evita que o lanche se desmanche a cada mordida", descreve Kátia. 

Mafiosa: Thaysa Silva mostra o que o chef Daniel Pires considera o melhor cachorro quente de Ribeirão (foto: Matheus Urenha / A Cidade)
 

Mafiosa Comida de Rua  

Até 2016, Thaysa Silva vendia milho recheado no copo na porta de escolas. "Os estudantes amavam, porque era uma refeição e tanto", lembra. Mas a chuva nem sempre permitia o trabalho. Foi quando surgiu a vontade de vender comida de rua rápida, de qualidade e acessível. Assim, em 2016 ela e a companheira Brenda Cristina compraram um trailer de 2m x 2m e elaboraram um cardápio prático, que incluía o cachorro quente com pão de brioche, salsicha grelhada, molho de carne artesanal, creme cheddar, bacon crocante, aioli da casa e batata palha.  

Hoje há mais um sabor, o Choripan, inspirado na comida de rua argentina, que leva o mesmo pão, salsicha artesanal de ervas e molho chimichurri. "O diferencial são poucos ingredientes, no máximo cinco, para ressaltar o sabor de cada um. E tudo produzido na nossa cozinha", diz Thaysa.  

Quando houve um crescimento de food trucks nas ruas de Ribeirão, as sócias decidiram ir para um ponto fixo, na rua Vereador Antônio Nogueira de Oliveira, no Parque Ribeirão. "Com um ano na rua, abrimos a casa e hoje deixamos o truck apenas para eventos, feiras gastronômicas, coletivos artesanais e eventos alternativos", conta Thaysa.  

E como é o cachorro quente da Mafiosa? O chef Daniel Pires, que o considera o melhor da cidade, descreve: "É montado em um pão tipo brioche, produzido artesanalmente, com fermentação lenta e salsicha grelhada na brasa. O molho de carne envolve o lanche, harmonizando com aioli, creme cheddar, catchup, maionese, mostarda, bacon crocante e, é claro, batata palha. Além do zelo e perfeito respeito às regras da Vigilância Sanitária quanto à segurança na manipulação dos alimentos", justifica.  

Chef Daniel Pires : "O Cachorro quente é popular, uma preparação rápida, que se pode comprar e sair comendo. É encontrado em muitos lugares, com preço acessível. Com a alta procura por produtos de melhor qualidade e a popularização da comida de rua através dos food trucks, surgiram maneiras diferentes de se montar, como prensado ou grelhado".  

ChefKatia Gamero: "A salsicha é um ingrediente muito popular e que consegue agradar a maioria das pessoas. Combinada com um pão doce e macio, um molho de tomate especial, maionese e catchup, fica difícil não amar". 


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também