Lazer e Cultura


| ACidadeON/Ribeirao

Ribeirão Preto recebe 14 Bis acústico no Theatro Pedro II

Há 39 anos na estrada, a banda 14 Bis retorna a Ribeirão com repertório que mescla lados B dos últimos álbuns e sucessos eternos

Palco: O grupo 14 Bis no show acústico, que traz esta noite ao palco do Theatro Pedro II (foto: Andreza Senna / divulgação)
 
Esta reportagem tem a garantia de apuração ACidade ON.  
Diga não às fake news!


Três amigos que amam o que fazem juntos. Assim pode ser descrito o grupo musical mineiro 14 bis, segundo seu vocalista e baixista Sergio Medeiros, o Sérgio Magrão. Formada ainda por Cláudio Venturini (guitarra e voz), Vermelho - ou José Geraldo de Castro Moreira - (teclados e voz) e Hely Rodrigues (bateria), a banda com 39 anos de carreira volta a Ribeirão Preto para show acústico esta noite, no palco do Teatro Pedro II.  

A promessas é de uma configuração diferente de repertório, seguindo proposta do produtor Roberto Mohamed, de resgatar músicas dos últimos quatro álbuns que não tiveram sucesso à época.  

"Nós ficamos meio acomodados porque foi uma repercussão muito grande nosso primeiro DVD ao vivo [2006], com os maiores sucessos da banda. Ficamos quase dez anos nesse repertório. Mas você também não pode parar nisso. Chegou a hora da gente mostrar alguma coisa diferente", explica o vocalista Sérgio Magrão.  

O resultado tem sido positivo, com o público aplaudindo muito nos shows músicas como "Carrossel", "Ciranda", "Pedra Menina", entre outras dos últimos álbuns além de "14 Bis Ao Vivo", "Outros Planos" (2004), "14 Bis e Boca Livre ao Vivo" (2000) e "Bis" (1999).  

"É muito fácil você fazer um show com 15 sucessos, não tem erro. Quando começam a colocar outras musicas, você fica meio receoso do público não aceitar, mas foi exatamente o inverso, o público adorou", comemora Magrão.  

Tanto é verdade que este show também será lançado em álbum, entre junho e julho deste ano. Será gravado em um teatro de São Paulo, contando com participações muito especiais, como a do cantor, tecladista, pianista e compositor Flávio Venturini, irmão de Cláudio e ex-integrante da banda, que saiu em 1987 para investir em carreira solo.

Show  

No show de hoje também tem participações especiais: de Cezar de Mercês (violão base, baixo e voz), integrante fundador da banda O Terço, e do músico Celso Nascimento (percussão).  

Segundo Magrão, a expectativa para esta noite é das melhores, pois a banda é velha conhecida de Ribeirão. "É uma cidade de que gostamos muito. Eu tenho uma relação com Ribeirão muito legal. Tem muito tempo que não tocamos ai", diz o vocalista. (Bruna Zanatto, sob supervisão de Silvia Pereira)  

Amizade e música

O 14 Bis surgiu em 1979, em São Paulo, após o fim da banda O Terço, que o mineiro Flávio Venturini e o carioca Sérgio Magrão integravam. Flávio decidiu montar uma banda em Belo Horizonte com o irmão, Cláudio, e Vermelho. Decidiu chamar Magrão.  

"Quando começamos , o show tinha nome, Nascente, mas a banda não", lembra. Apadrinhado por Milton Nascimento, o grupo logo fechou contrato com a EMI Odeon para o primeiro álbum, "14 Bis" (1979), que contou, claro, com produção de Milton.  

O grande sucesso mesmo veio com "14 Bis II", de 1980. "Foi praticamente o que mais vendeu de toda carreira", conta Magrão. O músico atribui o sucesso e a longevidade da banda, mesmo após a saída de Flávio Vejturini, à união e harmonia entre os integrantes. 

Serviço  

14 Bis Acústico ao Vivo
QUANDO: Hoje, 20h30
ONDE: Theatro Pedro II (rua Álvares Cabral, 370).
INGRESSOS: R$ 30 (inteira); R$ 15 (aposentado, maior de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); R$ 9 (credencial plena).
INF.: (16) 3977-8111

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também