Esportes


| Da Redação CBN Ribeirão

Presidente do Bota-SP acusa falta de repasse da SA ao clube

Por conta dos atrasos o Pantera não estaria quitando dívidas fiscais e trabalhistas

A polêmica envolvendo a política do Botafogo-SP ganhou novos capítulos nesta segunda-feira (2). Em entrevista coletiva, o presidente do clube Dmitri Abreu afirmou que a Trexx, empresa responsável pela S/A, não repassou uma verba de R$ 120 mil ao Pantera, valor que corresponde ao direito do uso do estádio Santa Cruz. Por conta do atraso, o clube estaria atrasando pagamentos fiscais e trabalhistas.  

Segundo o cartola, a quantia sofreria um desconto por conta de uma penhora feita por uma dívida do clube, mas o residual, cerca de R$ 40 mil, não caiu na conta do Botafogo. 

Dmitri afirma ainda que assumiu o clube com duas parcelas do Reffis atrasadas e a falta de repasse da S/A fez com que a terceira vencesse sem pagamento, o que pode acarretar na perda do benefício junto à Receita Federal. 

- Se os contratos não forem revistos nós podemos perder nosso maior bem (o estádio Santa Cruz). O que era uma união de forças está se encaminhando para uma ruptura - disse o presidente em relação ao acordo com a Trexx. 

Dmitri Abreu, presidente do Botafogo-SP