Economia


| ACidadeON/Ribeirao

Além das autuações, 14 estabelecimentos foram vistoriados pelo Procon

Balanço com as ocorrências registradas em Ribeirão ainda não foi divulgado, mas equipes já relataram infrações leves à fundação

Black Friday no Centro de Ribeirão Preto
 

A previsão é que o balanço com os resultados de reclamações e infrações registradas durante a Black Friday, nesta sexta-feira (23), em Ribeirão Preto, seja divulgado apenas na próxima segunda-feira (26) pelo Procon, mas ao menos 14 fiscalizações foram necessárias na cidade.  

O número parcial foi anunciado no início da noite pelo diretor da fundação, Feres Najm, após o fechamento do comércio de rua. Anteriormente, ACidade ON já havia publicado que quatro lojas foram autuadas por descumprimento às regras de preço e parcelamento.  

As empresas ficam em um shopping do município e no Calçadão Central. O terceiro endereço não foi revelado, assim como as razões sociais.  

"Um consumidor nos procurou depois de não conseguir obter o desconto anunciado por uma rede de supermercados com o cartão do estabelecimento. Por isso, ele foi orientado a tirar prints do site e juntar a documentação necessária para formalizar a reclamação", explicou.  

O cliente que se sentir lesado deve procurar atendimento no Procon, que fica na rua Aureliano Garcia de Oliveira, 266, na Ribeirânia. Os telefones são: 0800-772-9198 e 0800-773-0151 (151). Mas, com análise prévia, Feres classificou o dia como tranquilo em Ribeirão.  

Aposta  

Apesar de o comércio de rua não ter adotado horários especiais para a Black Friday, os shoppings investiram na edição e expandiram o dia de compras. O Shopping Iguatemi, que recebeu aproximadamente 20 mil pessoas até às 18h, ficará aberto até 23h. Ribeirão Shopping e Santa Ursula seguem o mesmo horário.  

O Novo Shopping funcionará até às 23h59. A Associação Brasileira dos Shoppings calcula que as vendas vão aumentar 8% em comparação ao mesmo dia do ano passado.  

A expectativa do Sincovarp (Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto) era ainda mais otimista: a entidade espera crescimento de 10 a 20% nos negócios de novembro, por conta da data.  

LEIA MAIS
Procon autua três lojas durante a Black Friday em Ribeirão Preto


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da CBN Ribeirão Preto. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. CBN Ribeirão Preto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também