Servidores ameaçam paralisação para forçar Nogueira a negociar

Daerp, secretarias de Infraestrutura e de Assistência Social podem paralisar a partir do final da próxima semana

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Wesley Alcântara
Weber Sian / A Cidade - 21.fev.2017
"O governo precisa dialogar mais com os trabalhadores. Não pode tomar decisão e somente depois comunicar", afirma o presidente do Sindicato dos Servidores, Laerte Carlos Augusto (Foto: Weber Sian / A Cidade - 21.fev.2017)

 

Os servidores municipais de Ribeirão Preto prometem iniciar na próxima segunda-feira (20) uma série de paralisação setorial para forçar o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) a apresentar contraproposta para a reivindicação de correção salarial em 13%.

A categoria não descarta entrar em greve definitivamente a partir do final da próxima semana.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores, Laerte Carlos Augusto, a paralisação começará pelo Daerp (Departamento de Água e Esgoto). “Os trabalhadores vão cruzar os braços pelo período de duas horas. Queremos uma resposta o mais rápido possível. Não podemos perder mais direitos trabalhistas”, afirmou.

As paralisações ocorrerão também nas secretarias de Infraestrutura e de Assistência Social na próxima terça e quarta-feira, respectivamente. “O risco de greve é grande. Vamos lutar pelos nossos direitos. Já perdemos muito dese o início deste governo”, afirmou.

Outro lado

Questionado a respeito, o governo afirmou que analisa todas as reinvindicações da categoria e que apresentará uma contraproposta na próxima semana.


6 Comentário(s)

Comentário

Rosa Maria Homsi Richter

Publicado:

Em primeiro lugar, penso, que para fazermos críticas a respeito dos serviços prestados pelos funcionários da prefeitura há que se ter bom senso, visto que os pais deixam seus filhos nas escolas municipais para trabalharem e também para irem ao shopping, por exemplo; não se deve generalizar serviços prestados, pois há bons e maus funcionários em todas as áreas profissionais. Tenho 2 filhos, que sempre estudaram na escola municipal de Ribeirão Preto e que hoje são: médica e fisioterapeuta de renome. Vale colocar-se no lugar do outro e imaginar profissionais lesados em seus direitos em função de desvio de dinheiro, portanto corruptores e corruptos, crime este que não foi cometido pelos funcionários da prefeitura. Vamos respeitar este momento muito difícil em que a vida dos servidores foi seriamente comprometida. Em primeiro lugar, respeito!

Comentário

Divaldo Antonio de Oliveira

Publicado:

Pra variar os pseudos sindicalistas, neófitos em decência, querem receber dos cofres vazios dinheiro que não existe, em troca de bons serviços que nunca prestaram.

Comentário

Miguel Angelo Paccagnella

Publicado:

O Nogueirinha, não esta com a ficha suja, devido a merenda escolar?.

Comentário

CRISTIANO LUIZ CAMARA URSULINI

Publicado:

manda tudo embora faz concurso tem quem quer trabalhar ja ganha muito bem vem trabalhar em uma empresa privada que da um aumento de 7 a 8 % sou a favor de mandar embora quem fazer greve se nao mandar tem que descontar o dia quem sofre com essa merda samos nois

Comentário

Marcio

Publicado:

Os servidores precisa de um sindicato que realmente defenda os interesses deles não um que atrapalha a administração publica e mais ainda a população que mais sofre com tudo isso...

Comentário

Marcio

Publicado:

Sindicato mercenário... fica tentando de todas as formas atrapalhar e ferrar com a população... renovação de todo o sindicato urgente... uma equipe coesa de verdade... não um bando de desordeiros....