Leitura do relatório entra na reta final

Para agilizar votação, a maioria dos vereadores abrirá mão do tempo de justificativa do voto

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Monize Zampieri
Monize Zampieri
Sessão extraordinária de cassação da ex-prefeita Dárcy Vera ocorre na subsede da OAB em Ribeirão Preto (foto>: Monize Zampieri / A Cidade)

 

A leitura do relatório da Comissão Especial Processante (CEP) da Câmara, que recomenda a cassação dos direitos políticos da ex-prefeita Dárcy Vera (PSD) por infrações político-administrativas, entrou na reta final no início da tarde desta sexta-feira (17).

Pelo menos cinco vereadores se revezaram na leitura do relatório, que contém 50 páginas. O documento foi elaborado pelo relator da CEP, o vereador Marcos Papa (Rede), e referendado pelos demais membros da comissão, na última segunda-feira (13).

Apesar de cada um dos 27 vereadores ter regimentalmente 15 minutos para justificar o voto, a maioria abrirá mão do tempo para agilizar a votação. A sessão extraordinária teve início oficialmente as 9h05. 

Após a leitura do relatório da CEP (Comissão Especial Processante) da Câmara, que recomenda a cassação dos direitos políticos da ex-prefeita Dárcy Vera (PSD), a sessão extraordinária abre espaço para manifestações dos vereadores. A maioria deve abrir mão do prazo de 15 minutos para agilizar a votação. O primeiro a fazer uso da palavra é o vereador André Trindade (DEM).

LEIA MAIS
Sessão é suspensa após advogado temporário de Dárcy Vera aparecer

Dárcy Vera não comparece a sessão de cassação em Ribeirão Preto

Dárcy Vera, do fenômeno das urnas à cassação política


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.