Empresas de telefonia pedem socorro à Câmara Municipal

Entre janeiro de 2017 e abril de 2018 os furtos provocaram a perda de 18 mil quilômetros de fios, o equivalente a quase à metade da circunferência da Terra

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Marcelo Fontes

Câmara Municipal de Ribeirão Preto (foto: Renato Lopes / Especial)
 
Esta reportagem tem a garantia de apuração ACidade ON.  
Diga não às fake news!

 
Empresas ligadas ao setor de comunicação procuraram a Câmara de Ribeirão Preto para pedir apoio aos vereadores em relação ao furto de fios. Entre janeiro de 2017 e abril de 2018, esse tipo de crime provocou a perda de 18 mil quilômetros de fios - equivalente a quase à metade da circunferência da Terra.  

Por conta da situação, a Comissão Permanente de Segurança da Casa de Leis convocou uma audiência pública para o dia 12 de junho, às 15 horas, no plenário do Legislativo. Estão convidadas empresas de telefonia, de televisão a cabo, internet via fibra ótica e a CPFL Paulista.  

"A situação é bem complicada e é preciso tomar uma providência. O prejuízo dessas empresas é muito alto", disse o vereador Otoniel Lima (PRB), presidente da Comissão de Segurança. "Não descarto abrir uma CEE (Comissão Especial de Estudos) para acompanhar o caso", acrescentou o parlamentar.  

As empresas entregaram aos vereadores um levantamento feito em 30 cidades da região que utilizam o DDD 16 e, em 14 meses, 70 mil quilômetros de fios foram furtados.   

Furto de cabos entre janeiro de 2017 e abril de 2018 (Arte / A Cidade)

 
Estado SSP-SP diz que combate o crime  

A Cidade questionou a SSP (Secretaria de Segurança Pública) sobre a situação. A Polícia Civil de Ribeirão Preto informou, por meio de nota, "que a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) do município faz um levantamento dos casos registrados para, em conjunto com a Polícia Militar analisar as medidas de prevenção a esses crimes".  

A SSP ainda explicou a importância das ocorrências serem registradas. "É de fundamental importância que todos os casos sejam registrados o mais rapidamente possível, agilizando o trabalho de investigação", informou.  

"Além das unidades territoriais, a Polícia Civil conta com o trabalho especializado do DEIC, que realiza operações em locais de maior incidência de furtos de cabos e fiscaliza estabelecimentos que comercializam materiais recicláveis para combater a receptação." 

Crescimento 40%  

Em Ribeirão Preto, comparando os quatro primeiro meses de 2017 (4.428 quilômetros de fios) com o mesmo período de 2018 (6.235 quilômetros), ocorreu um crescimento de 40% nos casos de furto de fios. Se o comparativo se restringir ao mês de abril, a situação piorou em 100% - foram furtados 743 quilômetros em 2017 e 1.535 quilômetros este ano.  


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.