Em abordagem, grupo atira pedras e PMs revidam com tiro de bala de borracha

Major da Polícia Militar diz que disparo com bala de borracha é procedimento comum nesse tipo de situação

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Da reportagem
Reprodução EPTV
Vídeo mostra que policiais descem com uma arma nas mãos após grupo ameaçar PMs; clique para assistir vídeo (Foto: Reprodução / EPTV)

 

A Polícia Militar foi hostilizada durante um patrulhamento no conjunto habitacional Zaíra Pupim em Batatais. Após moradores jogarem pedaços de pau e pedras contra os policiais, a PM revidou com um disparo de bala de borracha. Ninguém ficou ferido.

CONFIRA VÍDEO - ATENÇÃO: CONTÉM LINGUAGEM IMPRÓPRIA 

O tumulto, que ocorreu na tarde de quinta-feira (13), foi registrado por uma moradora do conjunto em um vídeo. Na gravação é possível ver a viatura da Polícia Militar estacionada ao lado de um dos prédios e dois policiais do lado de fora com um grupo de cerca de dez pessoas.

Os moradores discutem e ofendem os policiais, que chegam a entrar na viatura para deixar o local. Porém, um homem começa a fazer ameaças e os policiais descem com uma arma nas mãos.

Alguém atira um objeto contra os PMs e outro jovem joga uma pedra, mas não acerta o policial. A mulher que está gravando o vídeo, da janela do apartamento, grita para os moradores pararem com as ameaças.

O PM atira em direção às pessoas e, depois do disparo, o grupo volta a jogar pedras contra os policiais. Um deles entra na viatura e deixa o local, enquanto o outro, que está armado, continua andando pela calçada, vasculhando o local.

À EPTV, o major da Polícia Militar Valdemir Guimarães Dias disse que os policiais foram até o conjunto habitacional porque haviam recebido uma denúncia de tráfico de drogas no local. Ainda segundo o comandante, os agentes usaram bala de borracha.

Após a confusão, de acordo com a PM, um dos envolvidos, de 16 anos, e uma mulher, de 30, foram detidos por suspeita de tráfico de drogas no bairro Antônio Romagnoli. Durante a abordagem, o menor chegou a danificar a viatura.

Nenhum morador do conjunto habitacional registrou boletim de ocorrência sobre o caso. Entretanto, o major da Polícia afirmou que a PM vai instaurar um procedimento para apurar a conduta técnica dos policiais. (Com EPTV)


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.