Carro que matou idoso é incinerado no Recreio Anhanguera

Moradores teriam ateado fogo no veículo em protesto à morte de João Faustino, de 80 anos; adolescente é apontado como o autor do atropelamento

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Júlia Fernandes

Carro pode ser o mesmo que atropelou um idoso na noite passada (Foto: Reprodução EPTV)
 

ATUALIZADA ÀS 19H27 

O carro que teria atropelado e matado o aposentado João Faustino Martins, de 80 anos, na segunda-feira (9), foi achado incinerado no fim da manhã desta terça-feira (10), no Recreio Anhanguera, zona Leste de Ribeirão Preto. O dono do veículo, modelo Fiat/Pálio, ainda não foi localizado.  

Moradores do bairro afirmaram à EPTV que o fogo foi ateado no veículo por testemunhas revoltadas com a morte do idoso. Ele foi atropelado às 20h30, na rua Enock de Paula, por um carro em alta velocidade.  

Ao ACidade ON, o capitão da Polícia Militar Marcelo Henrique Figueiredo confirmou a ocorrência, mas disse que as causas do incêndio ainda serão apuradas. "A perícia criminal deve ir até o local e analisar a situação", destacou.  

Na hora em que foi atropelado, o aposentado retornava da casa de um vizinho, onde jogava baralho rotineiramente. A vítima foi atingido na guia da calçada pelo carro que trafegaria em alta velocidade, segundo informações do boletim de ocorrência.  

Já o motorista, que não prestou socorro à vítima, permanece sem identificação. Suspeitas apontam que um adolescente conhecido no bairro pela prática de outros crimes seja o responsável pela morte do idoso.  

O carro, supostamente usado no atropelamento, teria sido encontrado em frente ao Motel Coliseu por moradores pela manhã, que teriam ateado fogo intencionalmente. "Meu pai morava aqui há mais de 23 anos e era uma pessoa muito queria", afirmou o filho, Mauro Evangelista Martins, 46.    

Já a Secretaria de Segurança Pública informou, em nota, que a Polícia Civil de Ribeirão Preto investiga o atropelamento do idoso. "O caso foi registrado no 4°DP do município, que trabalha para localizar testemunhas que possam auxiliar na identificação do autor. Até o momento, não é possível relacionar o caso com a outra ocorrência citada", diz.


Entendo o caso  

O HC-UE (Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas) registrou um boletim de ocorrência pela manhã, atestando a morte do aposentado. Ele teria sido admitido no centro médico com diversos traumas após ser atropelado na rua Enock de Paula.  

Ele voltava para casa às 20h30 quando um carro virou a esquina em alta velocidade e o atingiu.  

O velório de João Faustino está marcado para às 16h30 desta terça-feira (10), no Bom Pastor. Em seguida, o corpo será enterrado no cemitério de mesmo nome.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.