Grupo de teatro realiza campanha para ajudar jovem tetraplégico

Objetivo é arrecadar fundos para o tratamento de Neto, tetraplégico, mas, principalmente, nerd

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Julia Fernandes
Milena Aurea / A Cidade
Campanha busca arrecadar fundos para o tratamento de Neto; veja mais fotos na galeria (foto: Milena Aurea / A Cidade)

 

 

Sentado em uma cadeira de rodas há mais de seis anos, Manuel José da Trindade Neto, 33, é categórico: a Lei de Murphy, que tem como definição a frase “qualquer coisa que possa ocorrer mal, ocorrerá mal”, o escolheu, em 2011, como filho. E diz com bom humor, aos risos.

“Eu estava no lugar errado, na hora errada e, com isso, um acidente bobo definiu a minha atual condição. Não posso dizer que foi fácil, mas aprendi a viver bem desta forma”.

VEJA FOTOS

A descrição é à tetraplegia de Neto, causada por um acidente de trânsito na rua Inácio Luiz Pinto, na zona Sul de Ribeirão Preto. De acordo com ele, que pilotava uma motocicleta, a imprudência de outro motorista o fez cair e fraturar duas vértebras da medula espinhal.

Depois disso, há um espaço de tempo em branco na história. O ex-vendedor e aspirante a ator foi induzido a 45 dias de coma, contraiu algumas infecções, falência renal, mas superou o primeiro obstáculo: teve alta do Hospital das Clínicas (HC), em outubro de 2011, onde ainda faz acompanhamento fisioterápico. Ele diz que, ao acordar, já sabia o que deveria fazer.

“À época, eu cursava marketing, mas já era técnico em programação e professor de inglês também. Então, comecei a pensar nos programas e softwares que precisaria para mexer no computador”, ele ressalta, porque, antes de qualquer definição, Neto é um Nerd assumido.

Agora, transformou o que era uma válvula de escape em empreendedorismo. Ele joga, vende e escreve em dois sites próprios, voltados à cultura geek, com comandos de voz e sensor de rastreamento dos olhos. E mais: com uma ajuda especial. Em 2015, Neto conheceu Yuli Fernandes, 32, através de um aplicativo de paquera e, desde então, moram juntos.

Na versão da namorada, não há quatro rodinhas que limitem a relação. “As pessoas me vêm como uma cuidadora dele, mas, não. Somos um casal com tudo em comum. Gostamos das mesmas coisas e, na verdade, não aceito quando falam em superação. O Neto tem uma força de adaptação incrível e sabe enxergar o lado bom da vida – isso me encanta”, afirma Yiuli.

A campanha

Apesar de toda a força e esperança, a parte financeira do casal não ajuda. “Acredito muito na minha cura, porque já recuperei alguns movimentos e a sensibilidade parcial do meu corpo, mas, para isso, preciso de mais fisioterapia”, explica. E completa: “Pelo SUS, tenho direito a duas sessões semanais, mas não é o suficiente e não conseguimos pagar o restante”.

Porém, a união faz a força. E a retoma de tratamento também. O Grupo TPC de Teatro, em parceria com a Fundação Dom Pedro, lançaram a campanha “Ajude o Neto”, a fim de arrecadar fundos na apresentação do clássico “O Auto da Compadecida”, no dia 30 de agosto, às 20h30. Todo o valor arrecadado em bilheteria será destinado à recuperação do amigo.

O local escolhido foi o Theatro Pedro II, cedido pela coordenadora Mariana Jábali. Segundo Noir Evangelista Junior, diretor da escola de atores, a oportunidade de poder ajudar alguém especial é emocionante. “O Neto era um aluno promissor. Chegou a ser protagonista da peça ‘O Noviço Rebelde’ e, mesmo depois do acidente, nunca perdemos o contato. A ideia, inclusive, surgiu em um churrasco entre amigos. Espero que a campanha seja um sucesso”.

A meta estabelecida é de R$ 30 a 40 mil. Para participar – e ajudar! – basta comprar as entradas, vendidas antecipadamente na sede do TPC, na rua Marcondes Salgados, 731, e no Theatro Pedro II, na rua Álvares Cabral, 370. O valor é R$ 50 a inteira e R$ 25 a meia entrada.

Conheça os sites do Neto

http://www.nerdfashion.com.br

https://nerdnews.com.br
 

SERVIÇO

“Ajude o Neto”
Peça: O Auto da Compadecida
Dia: 30 de agosto, quarta-feira, às 20h30
Local: Theatro Pedro II
Ingressos: R$ 50 inteira e R$ 25 a meia entrada
Classificação: 12 anos

 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.