MST ocupa antiga Usina Galo Bravo, em Ribeirão Preto

Famílias pedem a desapropriação das terras para fins de reforma agrária

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Da reportagem
WhatsApp / A Cidade
Integrantes do MST ocuparam a antiga usina Galo Bravo, em Ribeirão Preto (Foto: Reprodução / WhatsApp)

 

*NOTÍCIA ATUALIZADA ÀS 14H55

Integrantes do acampamento Paulo Botelho, do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), ocuparam a antiga usina Galo Bravo na manhã desta quinta-feira (20).

LEIA MAIS: MST protesta em frente ao Fórum de Ribeirão Preto

Segundo a representante do MST Tassi Barreto, cerca de 150 pessoas se encontram no local reivindicando a desapropriação das terras.

 

WhatsApp / A Cidade
Cerca de 150 integrantes do MST ocuparam o local (Foto: Reprodução / WhatsApp)

 

O advogado Paulo Henrique Marques de Oliveira afirmou que a área foi vendida e hoje em dia pertence à GWO Empreendimentos Imobiliários. Ele disse que vai registrar um boletim de ocorrência e ajuizar uma ação de reintegração de posse caso os manifestantes não saiam do local.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.