Homem de 51 anos morre com suspeita de espancamento

Vítima morreu uma hora depois de dar entrada na Santa Casa, vítima de politraumatismo; em 40 dias, essa seria a quinta morte por agressão em Ribeirão Preto

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Da reportagem

Vítima deu entrada na Santa Casa e morreu uma hora depois (Foto: Silva Junior / ME)
 

Um homem de 51 anos morreu nesta quinta-feira (10), na Santa Casa de Ribeirão Preto, com sinais de espancamento. Ele seria a quinta vítima de morte violenta por agressão nos últimos 40 dias na cidade (leia mais abaixo).  

Segundo consta no boletim de ocorrência (BO), Luiz Carlos Regula tem como provável causa de morte politraumatismo e luxação cervical. Uma médica da Santa Casa relata espancamento na comunicação do óbito e cita hematoma na região do olho esquerdo e múltiplas escoriações superficiais no corpo da vítima.  

Regula morreu uma hora depois de dar entrada no hospital, encaminhado pela  UBDS (Unidade Básica Distrital de Saúde) Central. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para apuração da causa da morte.  

Após a identificação da família, o homem foi sepultado na manhã desta sexta-feira (10), no Cemitério Bom Pastor.  

O caso foi registrado como morte suspeita e morte acidental e deve ser investigado pelo 2º Distrito Policial.  

ACidade ON não conseguiu contato com familiares de Regula.  

Casos mais recentes  

Claudemir Dantas de Souza, 41, e Fernando Rodrigo Silva, 30, morreram horas depois de terem sido socorridos com ferimentos pelo corpo no final da noite de 29 de junho, no bairro Cidade Universitária, zona Oeste.  

Já no dia 4 de julho um homem encontrado pela PM (Polícia Militar) com sinais de espancamento na avenida Brasil, zona Norte, também morreu no hospital. A vítima, que não chegou a ser identificada à época, sofreu traumatismo craniano.  

No dia 1º de agosto, Ricardo Alexandre Ramalheiro, 38, conhecido como Bolinha, foi encontrado morto no Jardim Presidente Médici, zona Leste. A família suspeitava de que uma muleta da vítima encontrada quebrada próximo ao corpo teria sido utilizada no crime.  

Apenas no caso da avenida Brasil, o suspeito não teria sido identificado pela polícia.  

LEIA MAIS  

Dois homens morrem horas depois de serem encontrados feridos

Morre homem espancado na avenida Brasil, em Ribeirão 

Pintor de 38 anos é assassinado na zona Leste de Ribeirão


0 Comentário(s)