Bola aérea é um dos problemas em derrotas do Botafogo

Botafogo caiu para a 3ª colocação do Grupo B, com 24 pontos após a derrota para o Volta Redonda-RJ, por 1 a 0

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Luís Augusto

Tropeço: Derrota para Volta Redonda-RJ deixa Botafogo em 3º lugar (Foto: Pedro Borges / Divulgação)
Após a derrota para o Volta Redonda-RJ por 1 a 0, no último sábado, no Estádio Raulino de Oliveira - a segunda consecutiva na Série C -, o Botafogo caiu para a 3ª colocação do Grupo B, com 24 pontos.  

Agora terá uma semana para trabalhar visando a reabilitação e também corrigir um problema que tem causado prejuízos ao time: as jogadas aéreas defensivas. 

Mesmo tendo a segunda melhor defesa de toda a Terceira Divisão da competição nacional, o time do técnico Léo Condé tem encontrado certa dificuldade quando os adversários levantam a bola na área do Pantera.  

Dos 10 gols sofridos até aqui, seis deles foram originados em cobranças de faltas, escanteios ou cruzamentos na área, que os jogadores adversários completaram para as redes com toques de cabeça. 

Para exemplificar, nas últimas duas derrotas, o Botafogo sofreu um gol de cabeça no duelo contra o Cuiabá-MT, que terminou em 2 a 1, e tomou o gol do meia Marcelo, na partida contra o Volta Redonda-RJ. 

O elenco botafoguense teve folga ontem e se reapresenta na manhã de hoje. O próximo compromisso pela Série C será neste sábado (14), às 16h, contra o Tupi-MG, no Estádio Santa Cruz.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.