Preço da gasolina em Ribeirão Preto está entre os mais caros do estado

Estudo analisou preços e margem de lucro de combustíveis e aponta qual compensa mais para os motoristas

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Da reportagem

O Ceper (Centro de Pesquisa em Economia Regional da Fundace) realizou um estudo detalhado sobre a evolução dos preços dos combustíveis em cidades paulistas. O boletim apresenta o preço médio dos combustíveis em seis cidades do Estado São Paulo e na capital paulista nos últimos 4 meses.

A razão de preços entre etanol e gasolina também foi apurada, mostrando ao motoristas com qual combustível compensa abastecer em cada cidade.

Ao analisar o preço médio dos últimos quatro meses, o Ceper apontou os municípios de Ribeirão Preto e Presidente Prudente como cidades com a gasolina mais cara. Os preços médios, de acordo com dados apurados pela Agência Nacional do Petróleo nos últimos quatro meses, foram de R$ 3,71 e R$ 3,68, respectivamente.

Em abril, a gasolina mais cara foi encontrada em Franca, ao preço médio de R$3,67 o litro. A diferença para a cidade de gasolina mais barata em abril, São José dos Campos (R$ 3,33) foi de R$ 0,35.

Os preços do etanol caíram a partir de fevereiro. Em Ribeirão Preto, a redução do preço foi de 18,9% de janeiro a abril. Franca registrou o maior preço em abril: R$2,57. Já calculando a média dos preços dos últimos quatro meses, Campinas manteve a liderança do preço alto com uma média de R$2,71.

Entre as cidades analisadas, o preço mais baixo foi Presidente Prudente tanto em abril quanto na média dos últimos quatro meses com R$ 2,22 e R$ 2,57, respectivamente.

Qual compensa

O levantamento do Ceper também analisou a razão de preços entre etanol e gasolina. Quando o resultado da divisão do preço do etanol pelo da gasolina for superior a 70%, o uso gasolina é mais favorável.

Em Ribeirão Preto, o etanol foi mais favorável do que a gasolina nos últimos meses.

 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.