Mercado de trabalho volta a ter resultado negativo em Ribeirão

Em março, 574 vagas de emprego foram fechadas na cidade; Comércio foi o setor que mais demitiu

    • ACidadeON
    • Da reportagem

Milena Aurea / A Cidade

 

Após dois meses seguidos com mais contratações do que demissões, o mercado de trabalho voltou a fechar vagas em Ribeirão Preto. No mês de março, 574 postos de trabalho foram eliminados na cidade.

Os dados são do Caged (Cadastro de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego.

Apesar de interromper um ciclo de crescimento na geração de vagas, o resultado de março ainda é melhor do registrado no mesmo mês de 2016, quando 1082 postos de trabalho foram fechados.

Setores
Entre os setores que mais demitiram no mês passado estão o comércio, que fechou 241 vagas, e o setor de serviços, com 225 postos de trabalho eliminados na cidade. Dos oito setores pesquisados pelo Caged, apenas dois – o de agropecuária e o de serviços industriais de utilidade pública- não demitiram mais do que contrataram.

Com o resultado de março, Ribeirão Preto já fechou 126 vagas de emprego neste ano. No mesmo período de 2016, haviam sido 511 vagas fechadas.


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.